quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

VÍCIO




Antes que tudo despedace.
Queria ver um sorriso gostoso,
aceso no rosto daquela criança.
Antes de acreditar numa mentira.
Gostaria de escutar uma verdade
que não fosse egoísta, sensacionalista.
Antes que a droga te consuma.
Pediria para te ver mais sóbrio,
feliz da vida como ontem.
Antes que a chuva passe,
os trovões cessem
e os raios clareiem
meu espelho quebrado.
Te diria que tudo passa.
As dores diminuem
no coração apertado.
As palavras mal ditas
se apagam no vento
as ofensas transmutadas
e os sonhos realizados.
Que a força interior
de cada um de nós
é infinitamente grande.
Que nenhum mal se guarda,
como se guarda o bem.
Que nenhuma sombra
caminha sozinha e
esquece o seu eu.

Emiliano Pinheiro Véras

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...