segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

NÃO VOU PARAR




Há? Vou parar de me cobrar tanto, se não sei nem o quanto você está assim interessada em mim. Talvez seja só ilusão minha e fico criando coisas na cabeça. Vou parar de ficar me olhando torto no espelho, achando que estou ficando velho, gordo e que você ainda mais linda e jovial, não vai querer ficar comigo. Vou parar com essa insegurança, com esse medo de perder o entusiasmo, de perder a chance de me apaixonar e enlouquecer por um motivo nobre. Vou parar de sonhar tanto e esquecer de cair em campo e lutar para você me querer e nada fazer nunca parar de desistir de mim. Não vou parar!


Emiliano Pinheiro Véras


TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...