sexta-feira, 4 de abril de 2014

SEMPRE SERÁ



Não é que eu queira 
me meter em sua vida.
Não que eu esteja 
desejando me calar.
É que às vezes sua ausência 
me deixa com um frio na espinha,
que não gosto de sentir e não falar.
Sei que andei distraído.
Faltou em mim o brilho no olhar
que você tanto procura.
Mas é que já corri 
muito pro lado errado.
E agora você pode pensar,
mas não te quero mal.
Na verdade em você
encontro todas as respostas
pra minha vida.
Eu já não tô nem aí 
pra que o mundo diga.
Te procurar em outras vidas,
não quero mais!
Me perder em outros braços,
já não acalma o sentimento
que ouvi nos antigos discos.
Por mais que eu me engane,
meu coração jamais vai te deixar.
Somos desejo no desejo,
amigo amante
e não tem jeito.
Sempre será
o nosso amor
nunca morrerá.

Emiliano Pinheiro Véras

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...