domingo, 8 de janeiro de 2012

DESEJO INCONTROLÁVEL




"Eu poderia dizer que não, mas uma força incompreensível me domina e fico sem o meu eu. Queria te ignorar, fazer de conta que não te conheço...mas e ai? Fico paralisado. A tua presença me enlouquece. Esqueço de tudo que havia prometido para mim mesmo, você tem o dom de mim tirar do sério. Não sei o que fazer além de cair nos teus braços e esquecer todas as diferenças."

Emiliano Pinheiro Véras

SER PAI



Ser pai ausente, presente.
Família constituição séria
ou imposta pela religião?
Sentimento puro, altruísta!
Verdade sentida na pele
quando se quer ser feliz.
O poder da união.
Os laços da criação.
O valor consanguíneo.
Ver o tempo passar,
as crianças se desenvolverem,
os primeiros passos, nomes!
Construção de pura emoção.
Saudades!
Vida de uterinos.
Dias esses da minha solidão...

Emiliano Pinheiro Véras 

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...