quinta-feira, 5 de abril de 2012

ENTENDA


Há dias que não pensava em você, achava até que aquelas noites eram momentos em que eu acordava altas horas de um sonho infantil, sem medos, sem dúvidas de me envolver e me apaixonar. Pensei que nunca fosse precisar compreender e quis mesmo novamente amar, mas o passado não deixou, fui frio, fui sem crer e não te recebi com o carinho que você queria me encontrar. Queria muito viver essa emoção sem lembrar as experiências passadas, mas o coração trava e a reposta é a mesma.....não dá para continuar e assim destruindo o que poderia ser bom, até que as atitudes acertadas me façam ser o amante esperado para quem precise dele. 

Emiliano Pinheiro Véras

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...