sábado, 18 de janeiro de 2014

SEM OSTENTAÇÃO



Não quero que me dê sonhos,
nem te peço que realize o absurdo
para o esplendor dos dias.

Quero apenas o encontro
que encanta e canta
a mais tímida e 
tranquila melodia.

Não te pedirei a lua, 
nem as estrelas 
em noites iluminadas.
Só o som de tuas palavras
que já vislumbro o universo.

E eu te darei 
tudo que tenho de valor:
Minha amizade, afago
e muito amor.

Emiliano Pinheiro Véras

ALIMENTO DA ALMA



Quando penso em você
penso com os pulmões,
mente e coração.
Respiro a alegria
do acordar e lembrar
que a cada momento
tenho você pulsando
como alimento
da minha existência.

Emiliano Pinheiro Véras

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...