sábado, 19 de março de 2011

TE AMAR



Te dizer o que sinto.
Simples, posso mentir!
As palavras nem sempre
revelam o que esconde o coração.
Te pedir o mesmo. Pior!
Quem disse que me importo.
Nem sempre o que o outro sente
vai mudar a minha emoção...
De amar, cantar, correr, brincar.
O amor é universal e único
para cada ser humano...
Não tem preço, cor, idade.
Vive todo sempre
e assim será!
Como um voo,
uma queda livre,
sem obstáculos.
Só magia!
As intempéries manifestam um mal tempo,
coisas torpes que distorcem sentimentos,
mas ninguém é obrigado a senti-las.
O bom é aproveitar e viver,
viver e ter sempre
um grande amor.


Emiliano P. Véras

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...