segunda-feira, 23 de setembro de 2013

INSANO



Quero muito te falar
das coisas erradas que já fiz
e tentar te ver de longe no pouco que senti
e quero te encontrar em algo que me proteja,
pois da tua pele eu sinta o frescor dos meus erros
e corrija nas tardes o insano do mel colorido.
Quero da aventura dos olhos o mesmo que cegos
sentem na paixão dos melhores dias.
E falar desse amor como quem fala da vida,
e se perder não como o mesmo que ganhar
quando se perde por ficar longe de ti.
Quero o quente que não tem preço 
diante de você que é a alegria
de todos os meus dias.

Emiliano Pinheiro Véras

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...