quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

ESPIRITUALIDADE



A luz espiritual,

o carinho, o caminho,
o lugar onde iremos ter
a experiência, a distância,
do que não existe?
A simples vontade de encontrar
alguém perdido, em outra vida.
amado discípulo do bem,
despojado contra o mal.
Protetor enviado de Deus no fim,
para não magoar, desabar,
maltratar sem querer.
Que me protega de coisas,
de gente que não liga pra nada
que me proteja de mim,
que eu também não cometer erros.
Logo quero!
           Desejo!
                       Finjo!
Mas no fundo da minha alma,
não tenho o pudor do ser tal.


Emiliano Pinheiro Véras

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

EQUÍVOCO



Queria te dizer:
Amo tua voz e tua cor 
e teu jeito de fazer amor,
mas não tenho o teu desejo
e se tenho não sei o teu deslumbre.
Queria eu te fazer revirar
os olhos no tapete,
te fazer suspirar em falsete,
mas fico na vontade
quando se despede e sai.
Poderia eu te dizer
que não mais me procure
que não mais me iluda
nem me tire o sossego,
mas estou seriamente apaixonado.
Queria eu ser Kleiton e Kleidir
e poder escrever algo fascinante
que te mudasse e transformasse
o meu carinho em poesia,
mas no fundo da minha alma
sinto medo do amanhã, 
do acordar ao teu lado
e fechar novamente meu coração
e perder o que de mais belo sinto
que é o prazer de estar com você.

Emiliano Pinheiro Véras


sábado, 19 de janeiro de 2013

PUDORES DE AMOR


Você é assim,
chegou na minha porta,
pediu para entrar e já foi
tomando conta da minha vida.
Foi como magia,
uma feitiçaria que me envolveu
e me trouxe coisas parecidas, 
como quem conhece o outro
de outras dinastias,
de outro mundo,
que não era diferente,
nem calmo, nem tranquilo,
somente prazeroso!
Você confundiu meus sentimentos
me deixando abobalhado.
Mudou meu rumo, meus objetivos
e agora estou com medo de deixar de ser eu.
Quero fechar essa porta
e deixar você do lado de fora.
Não quero repetir
o que já vivi e muito sofri.
Quero ser assim mesmo
insensível e fugaz
mas dono de mim.
Você encontrará a porta fechada,
espero que não tente pular a janela...
pois eu posso gostar!

Emiliano Pinheiro Véras

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...