sábado, 5 de maio de 2012

VAZIO



Estou me sentindo como um sol vazio
que deixou em seus raios uma maresia entrar.
Não sei o que dizer ou fazer agora.
Sei apenas sonhar!
Sonhei em cavalgar em seus sonhos,
mergulhar em suas ondas,
transformar sonhos em realidade.
Te amo muito!
Mas tenho medo de ter medo
dos dias após dias,
das noites após noites,
dos reencontros após te encontrar.
Queria eu não ter medo
da ilusão, fracasso, solidão.
Queria eu não ter medo
do medo que você sente de mim.
Queria eu poder penetrar sua alma,
descobrir seus segredos.
Como um dia você já cicatrizou em mim!

Emiliano P. Véras

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...