domingo, 8 de janeiro de 2012

DESEJO INCONTROLÁVEL




"Eu poderia dizer que não, mas uma força incompreensível me domina e fico sem o meu eu. Queria te ignorar, fazer de conta que não te conheço...mas e ai? Fico paralisado. A tua presença me enlouquece. Esqueço de tudo que havia prometido para mim mesmo, você tem o dom de mim tirar do sério. Não sei o que fazer além de cair nos teus braços e esquecer todas as diferenças."

Emiliano Pinheiro Véras

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...