sábado, 19 de janeiro de 2013

PUDORES DE AMOR


Você é assim,
chegou na minha porta,
pediu para entrar e já foi
tomando conta da minha vida.
Foi como magia,
uma feitiçaria que me envolveu
e me trouxe coisas parecidas, 
como quem conhece o outro
de outras dinastias,
de outro mundo,
que não era diferente,
nem calmo, nem tranquilo,
somente prazeroso!
Você confundiu meus sentimentos
me deixando abobalhado.
Mudou meu rumo, meus objetivos
e agora estou com medo de deixar de ser eu.
Quero fechar essa porta
e deixar você do lado de fora.
Não quero repetir
o que já vivi e muito sofri.
Quero ser assim mesmo
insensível e fugaz
mas dono de mim.
Você encontrará a porta fechada,
espero que não tente pular a janela...
pois eu posso gostar!

Emiliano Pinheiro Véras

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...