quinta-feira, 2 de maio de 2013

A RESPOSTA DO TEMPO



Senti que tinha que te abandonar

quando deitado ao teu lado, abraçando-te
vi o quanto eu gostava daquilo e
que me enlouquecia, deixando-me
dependente, perdidamente apaixonado.
Eu sabia que aquilo não poderia ter acontecido.
e fiquei ali, por alguns momentos sentindo teu calor,
quando veio uma vontade tão grande de chorar,
um medo incomum que me que me fazia correr, 
afastar de mim todos os bons pensamentos
e não conseguir mais pensar em te querer, 
te ter ao meu lado inseguro.
Melhor seria dá um tempo e deixar 
que aconteça o que o tempo 
tiver de nos preparar
verdadeiramente para nós
ou para nenhum dos dois.

Emiliano Pinheiro Véras


Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...