terça-feira, 6 de maio de 2014

CULPA




Fui fraco. A carne é fraca!
Vou me jogar no travesseiro,
Eu sei, que agora você olhar no meu olho,
Vai levantar e me mandar embora,
É bom lembrar que você
Também tem seus defeitos
E eu ti entendi do seu jeito.
Você nunca me disse que não era feliz
E seu coração vazio estava.
Perdi você não porque eu quis,
Sempre em seus abraços me envolvi.
Mas depois de seu único beijo sem sabor,
A insegurança no meu coração ficou.
Eu queria ser feliz e você não me deu opção,
Tive que sair e acabei em outros braços cair.

Emiliano Pinheiro Véras

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...