terça-feira, 6 de maio de 2014

LUA de FEL




Já me senti consumido, sufocado.
Agora de repente o que faço
Aqui sozinho com tanta liberdade
Se você não está aqui comigo?
Sei que há muito vivíamos distantes,
Mas agora vejo que é você que eu queria.
Sai, sai daqui saudade...
Vai, vai, diz que longe de mim você é infeliz...
Que é de mim q você gosta.
Esquece-se de tudo que já vivemos
E volta! Deixa menina do gosto de mel,
Eu te fazer feliz com lua e céu
Que um amor é pra ser feliz.

Emiliano Pinheiro Véras

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...