segunda-feira, 28 de outubro de 2019

PERSEVERANÇA


Dia de chuva, temporal. 
As ruas sujas de pensamentos 
e atitudes. 
Falta de caráter!
Limpas de verdades e paz. 
Carpe Diem de um novo mundo.
Florestas e fumaças sem traumas 
De um acervo torpe, desumano. 
Inutiliam trumcat, desista: 
Das infames decaídas, 
Magoas dos crápulas. 
Sinta melhor a boemia 
Do novo mundo que crias, 
que influencias para suas encarnações. 
Eu, sentimento aflorado de dor, 
magoas de vidas e sonhos mais quentes
para outros dias amanhã.

Emiliano Véras e Levi Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMPO, TEMPO, TEMPO

A despedida " até logo!",  fortalece a paz que voltaremos  a qualquer hora nos encontrar.  A sonda os segundos, os minutos,...